Ação atende pedido do governador do Estado Ronaldo Caiado (DEM), que fez esta promessa durante a campanha

Radares

Radar em rodovia de Goiás (Foto: Divulgação/Agetop)

O presidente da Goinfra, antiga Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Enio Caiado, determinou a paralisação imediata dos serviços de radares móveis em rodovias estaduais. De acordo com nota emitida pela Agetop, a ação atende a um pedido do governador Ronaldo Caiado (DEM). A decisão era uma das promessas de campanha de Caiado durante as eleições. De acordo com o presidente, a medida não deve alterar a fiscalização que passará a ser feita por meio de radares fixos nas rodovias de Goiás.

Em um vídeo gravado com o deputado estadual Amauri Ribeiro (PRP), Enio afirmou que um “representante da Agetop entrou em contato com a empresa [responsável pelos radares], proibindo terminantemente que houvesse qualquer tipo de radar móvel em qualquer rodovia do Estado”. Ele explicou que “o governador determinou que acabassem com essa farra da indústria da multa e, com a determinação dele, eu determinei”.

Na gravação, Amauri, afirma que “vocês não vão ver mais pardalzinho escondido atrás de moita de bambu, em curva de GO e principalmente em pé de ponte”, prometeu. “Essa é a diferença de um governo sério para um governo que quer ferrar com o seu Estado e o seu povo”. Segundo ele, os radares são “uma farra com o dinheiro público” e “uma forma legalizada que o governo que saiu tinha para roubar o cidadão”.

De acordo com a Agetop, após determinação do governador, um levantamento está sendo feito com a nova gestão para apurar a quantidade de radares que deixarão de funcionar e como será feita a fiscalização dos radares fixos.

Publicação: O Popular

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPE

AGORA É HORA DE SER VOCE?